Namorar alguém frio dá certo? Como escapar de um amor não correspondido? #terezaresponde

Quem me segue no Instagram (@terezalaise) sabe que vez ou outra tenho respondido perguntas sobre relacionamento. Duas delas me chamaram atenção. A primeira por abordar uma situação que muitas mulheres enfrentam e acreditam piamente que é normal. É comum acontecer? É. Mas não é normal e eu vou explicar as razões.

A seguidora me escreveu a seguinte mensagem:

O projeto que mudou minha vida

Quando estamos conectadas com nós mesmas e com aquilo que acreditamos, quando a vida se ajusta de uma maneira que você se sente confortável sendo quem você é, tudo flui, tudo vem e vai como o vento, como as ondas do mar. E o que precisa ficar, ancora na gente.

Há algum tempo eu vinha sentindo vontade de fazer algo em que eu pudesse ser eu mesma e que pudesse me conectar com pessoas reais. Quando eu falo em pessoas reais, quero

A mudança do corpo é apenas a ponta do iceberg (o que ninguém me contou quando engravidei)

Uma das coisas que mais mexeu comigo quando engravidei foi a mudança do meu corpo. Logo no começo da gestação senti meus seios diferentes e, com o passar das semanas, as mudanças foram ficando mais e mais visíveis. Adeus, cintura! Olá, quadril à la Kardashians! Se faltasse bola num jogo de basquete, eu emprestaria um peito meu facilmente... Durante a gravidez, além dessas e tantas outras mudanças externas, acontecem outras tantas internamente e é aí que o

O mito da maternidade real

Mas o que é, afinal, maternidade real? Será que ela existe mesmo? Melhor, será que existe alguma maternidade que não seja real?

Em tempos de redes sociais, filtros e seletividade, parece que muita gente acredita que a maternidade real é uma espécie de maternidade melhor, como se a maternidade fosse um jogo e ela estivesse um nível acima.

Eu, u