Ser mulher (ainda) dói

Quantas vezes fui questionada, julgada? Quantas vezes me olharam torto, fizeram cara feia? Quantas vezes me senti menos, me senti pequena, humilhada e triste muito triste? Muitas. Tantas que perdi as contas. E porquê? Para falar a verdade eu nem sei bem a razão. Mentira, eu sei sim!

Você já sacou do que eu estou falando? Estou falando de viver, fazer escolhas, seguir meu coração, ir em busca do que eu acredito que seja o melhor

O dia em que descobri que morte e perda não andam juntas

Nem sei direito por onde começar, afinal de contas falar sobre algo tão forte, tão "pesado" não é uma tarefa fácil... Estou falando dela, da irremediável, da temida, da indesejada, da única certeza que temos na vida. Sim, é ela mesmo, a morte.

Escrever sobre a morte, para mim, que acredito que a vida terrena é apenas uma experiência das muitas que experimentamos, pode até ser difícil, mas nem tanto. Para continuar, vou (

Nunca é tarde para mudar e fazer o que você ama

Este foi, sem dúvida alguma, o vídeo que mais me emocionou. Nele eu conto como foi para mim mudar minha vida, minha carreira e recomeçar tudo do zero. Pois é, quando se trata de sonhos, de realização, de ser feliz, não existe hora certa, muito menos idade certa. Os sonhos não envelhecem e toda hora é hora para correr atrás deles! Assiste o vídeo e depois me conta qual o sonho que anda guardado no seu coração…

 

Como viver sem carregar o mundo nas costas

Não tem sido fácil conciliar todas as responsabilidades da minha rotina, tem dias que dá vontade de ficar quietinha na cama e fingir que nada e nem ninguém depende ou precisa de mim. Mas quem disse que a consciência deixa? Mãe é bicho besta, que carrega o mundo e culpa nos ombros como se eles fossem só seus.

Tem o peso cultural, tem o peso social, tem tanta coisa que pesa... E a gente vai acumulando, acumulando... E chega uma