O primeiro Natal vivendo em outro país

Cascais, Portugal, 25 de Dezembro de 2018.

Agora são exatamente 17:56. Marcelo está na cozinha preparando o jantar enquanto Benjamim assiste um filme que, teoricamente, era para Nina (porque ela escolheu, mas correu para cozinha quando o pai perguntou: "quem quer ajudar o papai a fazer o jantar?" Joaquim, claro, foi também!)

Quero falar sobre ontem, quando iniciamos nossas comemorações natalinas

O projeto que mudou minha vida

Quando estamos conectadas com nós mesmas e com aquilo que acreditamos, quando a vida se ajusta de uma maneira que você se sente confortável sendo quem você é, tudo flui, tudo vem e vai como o vento, como as ondas do mar. E o que precisa ficar, ancora na gente.

Há algum tempo eu vinha sentindo vontade de fazer algo em que eu pudesse ser eu mesma e que pudesse me conectar com pessoas reais. Quando eu falo em pessoas reais, quero

Quando decidi viver em Portugal

Em 2012 visitei Portugal pela primeira vez. Como Lisboa é a porta de entrada para a Europa, decidimos passar alguns dias por lá. Até então confesso que nunca havia despertado nenhum interesse especial pelas terras lusitanas, no entanto, quando coloquei meus pés ali... Nossa! Até hoje não sei  como explicar o que senti, foi algo como a sensação que tenho quando faço uma grande viagem e chego em casa, só que eu estava fazendo exatamente o contrário. Eu ha

Siga Serena

Há alguns dias coloquei em prática um desejo que guardava no meu coração há muito tempo. O de levar mais amor, um pouco do que sei e todas as melhores energias que vibram em mim para quem precisa.

Sempre tive essa vontade de fazer as pessoas se sentirem melhor através das palavras (maluquice para alguns, mas para mim sempre fez todo sentido e isso me bastou). O amor pelas palavras e o amor pelas pessoas andaram separados por qu