Quem aí também já perdeu algumas noites de sono por causa dos dentinhos que começaram a dar sinal de que estão a caminho?

Tecnicamente falando, a primeira dentição do bebê começa entre o sexto e o oitavo mês de vida, mas esse período pode variar para mais e para menos.

Mas como saber que os dentes estão chegando? Vamos aos sintomas mais comuns:

Primeiro de tudo, você vai saber de cara que tem alguma coisa diferente com seu bebê porque o comportamento dele vai mudar. Os sintomas mais frequentes incluem bochechas quentes e rosadas, gengivas sensíveis, inflamadas e inchadas, excesso de salivação (muita babinha!), podem haver alterações no padrão alimentar e também no soninho, bem como o bebê pode vir a ter diarreia e ficar assadinho mais facilmente. Você também pode perceber que começa uma necessidade maior em morder objetos e uma irritabilidade generalizada pode tomar conta da criança. Sabe quando você faz tudo pelo bebê e mesmo assim ele continua choramingando, todo chateadinho? Pois bem, provavelmente é alerta de dentinhos chegando!!

Alguns bebês passam por essa fase de uma maneira mais sutil, alguns poucos não sofrem alteração nenhuma (que maravilha!), outros poucos passam por todos os sintomas de maneira bem intensa (que dó!!) e a grande maioria sofre com alguns dos sintomas citados, mas raramente vem tudo ao mesmo tempo.

Qual a ordem de nascimento dos bebês?? Achei duas imagens bem legais na internet que vão nos ajudar a entender melhor:

 

E como aliviar tanto desconforto? (O coração da mamain fica pequenininho quando o filhote tá nessa sofrência, né?)

O principal: amor, amor, amor e muito carinho! Quanto mais colo, melhor. Seu bebê está sofrendo e não existe nada melhor que o colinho da gente para acalmar nossos pequenos.

Vamos aos ajudantes para ajudar nessa batalha:

  • Um mordedor duro para acalmar as gengivas irritadas. Deixe um ou dois no congelador antes de dar para o bebê, para que ele se sinta mais aliviado;
  • Cenoura gelada (se seu bebê já tem um ou dois dentes, cuidado. Ele pode morder a cenoura e acabar se engasgando) ou uma banana pequena congelada;
  • Paracetamol para bebês, para ajudar a baixar a temperatura e aliviar a dor. Nunca dê mais do que a dose recomendada;
  • Um remédio homeopático que contenha camomila, para esfregar na gengiva;
  • Um gel anestésico para passar nas gengivas doloridas. (dicas tiradas daqui)

 

Se você tiver feito tudo isso ou se não se sente segura o suficiente, fale com o pediatra do seu bebê para saber qual o melhor caminho a ser seguido.

A batalha da primeira dentição finaliza próximo aos dois anos de idade, mas isso também pode variar. Bem como tudo na vida e como eu sempre gosto de dizer, não existe manual e nem receita de bolo para educar e cuidar dos nossos filhos, cada um é único e cada mãe faz do jeito que acredita ser melhor. Tento sempre expor meu ponto de vista e os cuidados mais frequentes que as pessoas adotam. É isso!

Beijos e até!