Há alguns dias recebi a notícia de que uma amiga (linda, maravilhosa e super especial) está grávida! A primeira sensação que me veio foi um frio imenso na barriga acompanhado de um emocionado sorriso por saber que ela está prestes a viver os melhores e mais loucos momentos da vida dela.

Na teoria é tudo muito lindo, fofo, um sonho em forma de um bebê gooxxtoso e cheirando a lavanda johnson. Mas até esse bebê chegar, tem MUITA coisa, muita mesmo! E eu não estou falando de enxoval e de coisas materiais que ele vai precisar quando nascer.

Tem certos assuntos que são cheios de mitos, tabus e poucas mães ousam falar publicamente. Ainda bem que hoje em dia isso tudo está mudando e algumas mães estão mostrando a maternidade real, o lado não tão fofo que os comerciais de margarina não mostram.

Primeiro de tudo, você fez o teste, deu positivo, e aí? Não existe um botão que a gente liga e pronto, agora sou mãe. Tudo faz parte de um processo (não tão simples assim, mas não tão complexo assim). Qual o primeiro passo? Contar para alguém? Chorar? Se olhar no espelho? Independente do que você escolher, antes de tudo respira fundo, garota! Muita calma e muita alma nessa hora.

Claro que o seu corpo vai mudar, sua vida vai mudar… Mas não vai mudar do dia pra noite. Você não vai dormir uma pessoa e acordar outra, nem tampouco sua vida vai virar toda do avesso. As mudanças irão acontecer gradativamente. Vamos viver uma coisa de cada vez?

A resposta para quase tudo na vida está em 3 coisas básicas: respirar fundo, beber muita água e diálogo. Nesse caso, especificamente, conversar com alguém que você confie e que você sabe que vai te apoiar é uma excelente maneira de começar com o pé direito. Então que tal procurar uma amiga, o parceiro ou uma pessoa que corresponda a esses requisitos? Positividade, carinho e acolhimento são a peça-chave para você neste momento.

sintomas-de-gravidez

Você fez o exame e descobriu que está grávida (independente de contexto – idade, se foi planejado ou não, etc.), o que fazer? Essa notícia sempre vem com um turbilhão de emoções, então o que fazer?

Vamos fazer uma listinha:

  1. Respira fundo (uma, duas, três ou quantas forem necessárias). A respiração vai ajudar o seu corpo a encontrar o equilíbrio que você precisa, vai oxigenar seu cérebro, vai acalmar sua mente;
  2. Conversa com alguém, busque um ombro amigo e um coração que aqueça o seu (ninguém merece uma pessoa negativa te falando bobagens e dando sermão!) – caso não tenha essa pessoa, me procura (estou falando sério, pode me procurar, sou toda ouvidas e coração para você);
  3. Marque uma consulta.

Depois que esses 3 passos tiverem sido feitos, aí sim começa mais uma nova etapa. E é nessa nova etapa que você vai aprender a contar o tempo em semanas, caso ainda não saiba, entre muitas coisas mais.

O segredo para viver grandes acontecimentos é basicamente o mesmo para quase todas as situações, respirar fundo, manter a calma, pensar antes de tomar qualquer decisão que seja e viver uma coisa de cada vez, solucionar uma questão de cada vez. Quem se preocupa muito com o futuro, não vive o presente.

Beijos e até!