“E se você acordasse hoje apenas com o que você agradeceu ontem?”

 

E aí? Como seria? Já parou para pensar nisso? Mas pensar mesmo, com direito a uma reflexão daquelas que fazem a gente viajar e perder a noção do tempo. (tipo aquelas que a gente faz antes de dormir e acaba perdendo o sono! hahahaha)

Vamos ao que interessa: GRATIDÃO.

Parece chato, batido, clichê, eu sei… Mas gratidão é tudo, menos isso.

No dicionário você encontra algo assim – Gratidão: característica ou particularidade de quem é grato. Ação de reconhecer ou prestar reconhecimento (a alguém) por uma ação e/ou benefício recebido.

Na vida, a gratidão é isso e muito mais. Por causa da correria do dia a dia, das mil tarefas e responsabilidades, a gente não para muito para pensar nessas coisas, muito menos para pra agradecer. E daí?? E daí que exercitar a gratidão muda a nossa vida e a maneira de perceber o mundo. Como?? Eu explico.

Quando a gente começa a agradecer por tudo o que temos, pelas pessoas que somos, pelas oportunidades que a vida nos presenteia… Passamos a perceber que temos muito mais a agradecer do que reclamar. Não importa o quanto a vida esteja difícil para você, pois por maiores que sejam os problemas e as dificuldades, se olharmos bem, sempre teremos algo a agradecer no fim das contas.

Você não precisa sair por aí com cara de boba agradecendo ao sol, ao ar que respira, aos chão que pisa, ao vento, ao cara da moto que passou feito maluco e quase te atropelou, à manicure que arrancou sua cutícula e quase a cabeça do seu dedo também… Mas se quiser, ok. Tudo certo. O que proponho é algo bem simples, podemos até fazer agora, não vai levar mais que 17 segundos. Pense rápido e responda para você mesma: 5 (só cinco!) coisas pelas quais você é grata AGORA. 1, 2, 3 e já, respondendo!

Vou fazer minha lista rápida com as primeiras coisas que vieram à minha mente:

1 – Sou grata à você que está me lendo; 

2 – Sou grata pelo dia lindo que está fazendo hoje (estou em Natal/RN, tá um solzão e eu estou escrevendo e sentindo a brisa do mar. Que chato! #sqn);

3 – Sou grata pelo cheirinho gostoso do almoço que está vindo da cozinha;

4 – Sou grata pela internet que hoje está até funcionando bem;

5 – Sou grata pela minha família maravilhosa, incrível, mais maravilhosa e mais incrível (porque só uma vez é pouco). O detalhe é que sempre sou grata à minha família, ok? Não importa se à vezes alguém é chato ou a gente briga, no fim das contas, é com eles que a gente conta.

E aí, foi difícil? Foi super fácil? Independente de como tenha sido, gratidão, assim como quase tudo na vida, é exercício. E se você quer ficar craque, pratique! Sabe quando a gente vai o primeiro dia pra academia e no outro não consegue nem se mexer direito porque até o branco do olho dói, o mesmo acontece com a gratidão, só a “dor” não é física. Dá aquela preguiça de fazer, de pensar nisso, a gente julga logo como bobagem e pronto, descarta, volta pro Netflix ou pro Facebook ou sei lá o quê.

Eu não tenho como argumentar, não tenho como te convencer. Sentir o que a gratidão pode fazer em você e na sua vida só depende de você. Apenas te aconselho a experimentar e ver o que acontece.

Comece a semana com este desafio, agradecer todos os dias por pelo menos cinco coisas ao final de cada dia. Faça isso e depois me conta como foi.

Beijos, bom domingo e até!